Mortalidade materna e aborto serão discutidos na Caarj

Com um posicionamento estabelecido sobre a relevância das discussões sobre o aborto e o reconhecimento da necessidade de mudança estrutural na legislação e nas políticas públicas relacionadas ao mesmo, a Comissão de Bioética e Biodireito (CBB) da OAB/RJ, em parceria com a Frente Estadual pela Não Criminalização das Mulheres e Legalização do Aborto, realizará no próximo dia 28 o seminário Mortalidade materna e aborto: mulheres, saúde e direitos.

O evento, conforme explicou a vice-presidente da CBB, Fernanda Bianco, é mais um na tentativa de elucidar o tema, que precisa ser tratado como uma grave questão de saúde pública do Brasil. “Nossa intenção é que as pertinentes informações ventiladas no debate auxiliem não apenas aos advogados, mas a profissionais e estudantes de medicina, serviço social, e enfermagem.

Profissionais que estão na ponta do atendimento no sistema de saúde e têm muitas dúvidas sobre aspectos jurídicos no atendimento a mulheres em situação de abortamento”, disse.

A mesa de abertura do evento terá, além de Bianco, a presença da representante da Articulação de Mulheres Brasileiras e participante da Frente Estadual pela Não Criminalização das Mulheres e Legalização do Aborto, Rogéria Peixinho, e o presidente da Caarj, Marcello Oliveira. Como palestrantes, participarão o presidente da Comissão e Bioética e Biodireito da OAB/RJ, Bernardo Campinho, a pesquisadora da UFRJ Luciene Lacerda e a médica Cláudia Bonan.

A moderadora do evento será a advogada da Casa da Mulher Trabalhadora e participante da Frente Estadual Iara Amora.

O debate acontece no plenário da Caarj, localizado na Avenida Marechal Câmara, 210, 6º andar, a partir das 18h. Mais informações pelos telefones (21) 2272-2053 e 2272-2054.

Fonte: Tribuna do Advogado